Diretores da OAB Nacional e presidentes de Seccionais clamam por justiça no Tocantins

Postado por: Assessoria Imprensa às 01/09/2017 - 14:17 Categoria: Notícias Nacionais

Araguaína (TO) – Além do presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, o vice-presidente Luís Cláudio Chaves e o diretor-tesoureiro Antonio Oneildo Ferreira também estão em Araguaína, onde uma grande marcha foi realizada em solidariedade e protesto ao assassinato do advogado Danillo Sandes (leia mais aqui sobre o caso).

Luís Cláudio lembrou que a luta pela valorização da advocacia é diária. “Hoje estamos aqui para mostrar que os profissionais da advocacia são solidários entre si, porque sabem exatamente tudo o que envolve essa profissão”, disse. 

Já Oneildo destacou que a OAB Nacional não poderia deixar de se fazer presente. “Foi mais que um convite do presidente da OAB-TO, Walter Ohofugi, foi uma convocação. Viemos prestar solidariedade e apoio à família e marcar a defesa das prerrogativas da advocacia. Da mesma forma, queremos estabelecer um diálogo com as autoridades no sentido de que a apuração, o esclarecimento e a punição do caso tenham rigor e transparência”, apontou.

Entre os presidentes das Seccionais da Região Norte, Marco Aurélio Choy, da OAB-AM, lembrou que o Colégio de Presidentes da Região foi transferido para Araguaína em homenagem ao colega assassinado. “É uma forma de mostrar que a advocacia não tolera afronta às prerrogativas”, disse. Alberto Campos, presidente da OAB-PA, conclamou esforços para que a “advocacia não siga sangrando”.

Fonte: Conselho Federal OAB