OAB Acre participa da abertura do Ano Judiciário 2018

Postado por: Assessoria Imprensa às 07/02/2018 - 19:20 Categoria: Noticias Regionais

Solenidade ocorreu na manhã desta quarta-feira, 7 de fevereiro, no Tribunal de Justiça do Acre

OAB/AC participa da abertura do Ano Judiciário 2018, em 7 de fevereiro. Foto: Ascom OAB/AC

 

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Acre (OAB/AC), Marcos Vinícius Jardim Rodrigues, participou nesta quarta-feira, 7 de fevereiro, de sessão solene no Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC). O evento marcou a abertura do Ano Judiciário 2018.

Na ocasião, Rodrigues externou uma mensagem de fé e confiança no poder judiciário. Além de falar sobre sua preocupação com a segurança pública no Estado e em todo o país. “A mensagem da OAB/AC é de fé, entusiasmo e confiança no poder judiciário, que tem plantado boas sementes e colhidos bons frutos no decorrer da história. Na minha senda de uma década compondo a administração da OAB/AC fui testemunha próxima do progresso do poder judiciário acreano e do amadurecimento das relações com as instituições que compõe o tripé da Justiça. Precisamos de um Judiciário forte para enfrentar o complexo momento histórico que perpassa a nação e que demanda a união dos Poderes e Instituições representativas da sociedade. Sabemos sim da necessidade de mudanças de postura diante da crise ética e moral que assola o país, porém tenho visto com muita preocupação a intolerância entre as pessoas, a sanha pelo desmerecimento de direitos e princípios arduamente conquistados, a criminalização da atividade política, que representa acima de suas mazelas, a democracia e o estado de direito”, disse.

O presidente da Seccional continuou afirmando que “o momento é de união e não de sectarismos. Não há mais espaço para ‘donos da verdade’. Nos carece humildade para discutir coletivamente os diagnósticos e soluções possíveis para o bem comum da sociedade, como a calamidade social da segurança pública no nosso estado e no país. Há a premente necessidade de discussão sincera, aberta, ampla e fiel para ultrapassar o caos social que vive o brasileiro e, para tanto, não basta somente eleger culpados. Sim, os poderes públicos têm que ser chamados a responsabilidade, pois são constituídos para isso, para prestar serviços em prol da sociedade. Mas a discussão tem que ser aprofundada, democratizada e estendida a todos os agentes da sociedade civil. Contamos com quadros valorosos no nosso estado, muitos presentes nesta solenidade. E ainda assim por que não conseguimos fazer o estado amadurecer e colocá-lo nos trilhos como a sociedade tanto deseja? Está na hora de nós, dirigentes e representantes de instituições, fazermos o nosso mea-culpa, pois caminhando de forma isolada temos perdido a luta pela segurança pública no país”.

Ao final do discurso, Rodrigues ressaltou que “já passou a hora da sociedade discutir o sistema carcerário, já passou da hora de reconhecermos que perdemos a condução daqueles espaços públicos, onde criminosos determinam a realização dos crimes, do mesmo modo que fazem quando em liberdade. Neste ano eleitoral, cujo processo já se entremostra agressivo é nossa missão dar exemplo, exigir que nossos pré-candidatos tenham ética, urbanidade, respeito entre si, respeito com a população, apresentando projetos e soluções factíveis para os desafios que o Brasil vive hoje, notadamente a questão da segurança pública. Enfim, com a mensagem de fé e entusiasmo, a OAB/AC deseja um ano de realizações e de grandes conquistas”.

A sessão solene foi conduzida pela presidente do TJAC, desembargadora Denise Bonfim, e contou com a presença do governador do Estado do Acre, Tião Viana, e demais autoridades dos três poderes.