OAB Acre realiza manhã solidária nesta terça-feira (26)

Postado por: Assessoria Imprensa às 26/12/2017 - 13:12 Categoria: Noticias Regionais

Café da manhã, kits de higiene e mais de 300 brinquedos foram doados

Café da manhã na Casa Lar Ester.

Ser solidário todos os dias e dar o melhor de si. É o que pensa a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Acre (OAB/AC) que diariamente luta pelos direitos dos cidadãos. Nesta terça-feira, 26, a Seccional realizou mais uma ação social.

Desta vez, a Comissão da Jovem Advocacia (CJA) em parceria com as Comissões de assessoramento e Caixa de Assistência dos Advogados (CAAAC) entregaram kits de higiene pessoal e um delicioso café da manhã para jovens em situação de vulnerabilidade social recebidos na Casa Lar Ester e Casa Resgate, ambas veiculadas a ONG Missionária Jovens com uma Missão (Jocum).

O presidente da OAB/AC, Marcos Vinícius Jardim Rodrigues, afirmou que ação foi uma pequena homenagem aos presentes. “É lindo ver pessoas voluntárias que fazem o belíssimo trabalho desenvolvido nas duas casas. A OAB tem um trabalho social bastante efetivo. Fazemos visita a casas de apoio, palestras… essa é nossa forma de ajudar e tentar fazer a sociedade melhor”.

Além da ação nas casas, a OAB/AC distribuiu mais de 300 brinquedos para crianças do bairro Caladinho, ainda na manhã desta terça-feira, 26. Sorriso e alegria ficaram estampados no rosto de cada um que recebia os presentes.

Sobre a Casa Lar Ester
A Casa Lar Ester é vinculada a ONG Missionária Jovens com uma Missão (Jocum) e recebe meninas entre sete e 17 anos vítimas de abuso e exploração sexual. O local oferece todo suporte necessário como alimentação, educação escolar e espiritual, além de trabalhar a reinserção no leito familiar. Atualmente, a Casa Lar Ester, que sobrevive de doações e trabalho voluntário, auxilia cinco jovens.

Sobre a Casa Resgate
A Casa Resgate é uma casa terapêutica para adolescentes entre 12 e 17 anos veiculada a ONG Missionária Jovens com uma Missão (Jocum). Ela é a única instituição no estado que trabalha especificamente com recuperação de adolescentes dependentes químicos. Eles são encaminhados para o local a pedido das famílias, juizado ou demais órgãos como o Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e Conselho Tutelar. O programa de tratamento realizado na Casa Resgate, que atualmente atende sete pessoas, dura em média seis meses. Assim como a Casa Lar Ester, a Casa Resgate sobrevive de doações e trabalho voluntário.